Leituras que fiz durante as férias – De Paris, com amor

segunda-feira, 23 / abril / 2007 at 11:42 am 14 comentários

No dia seguinte, devorei em trinta minutos o livro “De Paris, com amor“, do Lino de Albergaria. Minhas professoras nunca recomendaram esse livro. COMO?! Eu o li uma vez na prateleira de uma livraria. Entrei naquela mesma livraria cinco ou seis dias seguidos para poder reler o livro. Dei o livro de presente pra pessoas queridas minhas. Ele é LINDO.

É um livro de correspondência. Eu AMO livros de correspondência. Amo cartas. Amo amo amo. Paulo Sérgio [um adolescente, claro, os livros são paradidáticos, lembram?] começa a receber bilhetinhos escritos em papel lilás de uma menina da sala de aula dele, que assina como A Ignorada, e gosta de violetas. Ela gosta das covinhas que aparecem no rosto dele quanto sorri, e gosta também da voz cheia que ele tem. Ele vai respondendo aos bilhetes com outros bilhetes [Paulo Sérgio gosta muito de ler e escrever, e A Ignorada também]. Uma das respostas é escrita em um cartão postal de Paris, e aí A Ignorada [que também assina com a letra M.] faz a pergunta mais linda que eu já li escrita em um livro:

“O que nós dois poderíamos estar fazendo nessa ponte, em Paris? Será que você é capaz de sonhar como eu?

ÓÓÓÓÓUUUUUUNNNNNNNNN!

Bem, depois disso, ele começam uma viagem por Paris através de cartas: Ele tem um mapa turístico, ela tem um mapa do metrô. E eu realmente não preciso dizer mais nada, pois amores que nascem em Paris são eternos.

Anúncios

Entry filed under: blogosfera.

Leituras que fiz durante as férias – O Abraço Leituras que fiz durante as férias – Em busca do novo rei

14 Comentários Add your own

  • 1. rafa  |  quinta-feira, 24 / abril / 2008 às 1:23 pm

    muito legal

    Responder
  • 2. giovana wengggen  |  sábado, 28 / junho / 2008 às 1:26 pm

    o livro é um maximo é d+ adorei ler por que eu amo paris e ler um livro sobre uma viagem a paris claro que é só por um mapa e pela imaginação mais é d+

    Responder
  • 3. caroline  |  quinta-feira, 4 / setembro / 2008 às 8:33 pm

    Este livro realmente eh o maximoo
    amei
    naum gostoo muitoo d ler livros mais esse me encantou
    pois como diz logo acima amores q nascem em paris são eternos

    Responder
  • 4. Leonardo Nunes  |  segunda-feira, 27 / outubro / 2008 às 12:18 pm

    Este livro eh legal… mas estou pesquisando sobre ele pra fazer trabalho… me passa por favor alguma coisa dele… obrigado…

    Responder
  • 5. Audrey  |  sexta-feira, 10 / abril / 2009 às 3:31 pm

    Eu gostei muito desse livro também! Lindo demais!

    Responder
  • 6. Giovanna  |  terça-feira, 2 / junho / 2009 às 1:07 pm

    tb amei mtoO esse livre.. nuss, devorei ele logo kii peguei.. esse livro ééh mara, recomendo pra todos kli gostam dii um romance bem interessante! !

    Responder
  • 7. Isabella  |  terça-feira, 15 / setembro / 2009 às 1:31 pm

    Muiiito lindo o livro , amei .. é super romantico 🙂

    Responder
  • 8. Júlia Martins  |  domingo, 27 / setembro / 2009 às 4:16 pm

    Esse livro é boom msmo!!
    Alguem sabe a editora??
    *=
    By: Júú

    Responder
  • 9. Rayane  |  domingo, 11 / julho / 2010 às 7:00 pm

    Bom , eu tbm ja li esse livro e achei ele um maximo . Lembro tbm de alguns de talhes dos quais vc não os cita em se resumo . ( Ai lá vai ) : Em algumas cartas Paulo tenta a causar ciumes nela achando que ela seria outra menina de sua sala com inicial M . Portanto ela faz o mesmo . Elogiando assim como ele partes do corpo de outro auno(a) da classe . Ah os dois tbm são mt carinhosos em algumas partes , cito os numa carta em que ele elogia a caligrafia dela dizendo em outras palavras que a caligrafia é a pessoa em si. Tbm lembro que por algum tempo os 2 ficam sem se comunicar pelo fato de descotirem e a parte mais emocionante do livro é quando os dois se ” CONHECEM ” e começam a namorar …. AH e eu tenho que dizer que amei sua expressão : ” E eu realmente não preciso dizer mais nada, pois amores que nascem em Paris são eternos.

    Responder
    • 10. felipe  |  segunda-feira, 27 / maio / 2013 às 6:27 pm

      como e o finalzinhoo dele msm ??

      Responder
  • 11. Aline  |  sexta-feira, 22 / outubro / 2010 às 7:32 pm

    Tem 8 anos q lí esse livro…. eu fazia a 7ª serie do ensino fundamental, uma professora fez um atividade com ele…. Eu comprei o livro e me apaixonei, é realmente linda a história, o engraçado é que eu emprestei o meu livro na época e nunca me entregaram, mas depois de ler esse tópico e os comentários, consegui lembrar de tudo como que se tivesse lido o livro ontem, realmente me sentia como se estivesse em Paris vivenciando toda a historia ao lado deles. Amei relembrar.

    Responder
  • 12. Andréa Lilia Almaraz Luccas  |  sexta-feira, 27 / abril / 2012 às 6:46 pm

    Li esse livro qdo estava na escola…rsrsrs… é bom d+, lindo, tenho guardado até hj e acabei de reler…. Até indiquei para um paciente meu ler… é uma viagem entre dois românticos q nos levam junto…

    Responder
  • 13. Paula  |  terça-feira, 22 / maio / 2012 às 8:10 pm

    Eu ja li esse livro e adorei amei , ele e muitoo boom , foi um dos melhores

    Responder
  • 14. Carol  |  quarta-feira, 5 / setembro / 2012 às 10:07 pm

    Caramba, li este livro com 12 anos, agora tenho 17, não lembrava o nome dos personagens nem nada, só lembrava da história mesmo, o básico, estava tentando descobrir o nome para relê-lo *-*
    Obrigadaa.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

Aspas da Semana

Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir. Gibran Khalil Gibran

%d blogueiros gostam disto: