Posso te pedir uma coisa?

segunda-feira, 9 / abril / 2007 at 11:55 am 4 comentários

Uma pequena cena cotidiana, levemente inspirada no Alex Castro.
Entendimento mútuo. No Morango com Gengibre.

[Pra quem ainda não sabe, o Morango com Gengibre é o blog semi-sensual/erótico-wannabe onde eu e mais dois blogueiros escrevemos bissextamente. Não, você não vai encontrar lá aquelas palavras que o pessoal do Google adora. Mas é porque nós somos muito tímidos.]

Anúncios

Entry filed under: blogosfera.

Internauta, que milagre você por aqui![3] Meme: Dez personagens de literatura de deitar e rolar

4 Comentários Add your own

  • 1. Mamy  |  segunda-feira, 9 / abril / 2007 às 2:23 pm

    Ai Deus! Não sei o que está acontecendo, que o newshutch não me avisa da atualização do Morango!

    Isso tem acontecido comigo. Resolvi o problema adicionando o feed de novo.

    Responder
  • 2. ana p.  |  segunda-feira, 9 / abril / 2007 às 11:18 pm

    Eu vou lá ver, mas devo lhe dizer que vc num pediu nada! Nhunf!

    Ô, boba. Lê a crônica que tu vai entender que é um pedido sequiçual.

    Responder
  • 3. Cily  |  terça-feira, 10 / abril / 2007 às 4:51 pm

    Vou lá!

    Bjs!

    Acho bom!

    Responder
  • 4. Arnaldo  |  terça-feira, 10 / abril / 2007 às 9:34 pm

    Eva,

    Dá, perfeitamente, pra um texto ser sensual e erótico, sem, necessariamente, ter aquelas palavras campeãs de audiência no google. E voc~e sabe disso. Que bom!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

Aspas da Semana

Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir. Gibran Khalil Gibran

%d blogueiros gostam disto: