Banheiro feminino

domingo, 8 / janeiro / 2006 at 1:15 am 1 comentário

– Filho da puta!
– Hã?
– *sopro raivoso* Eu queria dar pra ele e o idiota não notou!
– Quem?
– O Jorge…
– *olhos arregalados* Amiga, tu e o Jorge tão se pegando?
– Estávamos, agora não mais. Filho da puta.
– Ah, mas é assim mesmo, semana que vem você tenta de novo.
– Não, mas hoje era o último dia em que eu poderia dar pra ele.
– ?
– Esqueceu que eu tenho um casamento pra ir dia 28?
– E…?
– Bem, se eu for pro casamento dia 28, tenho de depilar a perna dia 26. Pra poder depilar com cera, tenho que deixar crescer durante quinze dias…Então, a partir do dia 11, nada de gilete. Hoje é dia 10, domingo. Eu tinha que ter dado ontem, que era sábado e eu podia chegar de madrugada em casa.
– Você transa de acordo com a sua depilação?
– Pode me chamar de neurótica.
– E em quê isso torna o Jorge um Filho da puta?
– A gente saiu sexta. Eu queria dar pra ele, mas não sabia se ia rolar ou não. Então, fuide calça comprida e levei a gilete na bolsa; se pintasse o clima, era só procurar o banheiro mais próximo.
– E pintou?
– Aí é que tá. Pintou UM clima, mas não rolou porque tinha uns amigos nossos lá, e tal…Mas quando a gente se despediu, ele me beliscou, sabe?
– No braço ou na cintura?
– Na cintura…
– Então ele realmente tava a fim!
– LÓGICO! Aí, eu pensei: “Hoje não deu, mas amanhã eu dou!” E convidei o Jorge pra sair. Ele rindo, sabe como é o Jorge, “se é pra diversão, pode me chamar!”.
– E no sábado?
– Eu devia ter adivinhado. Devia ter levado a gilete na bolsa e pronto. Mas aí eu pensei que as minhas chances de dar seriam elevadas se eu usasse saia…E aí, tive de tomar aquele banho, esfregar com esponja, passar esfoliante, tomar cuidado pra não me cortar…
– Mas você nao é alérgica a gilete?
– O que eu não faço pra dar pro Jorge? Cá pra nós, aquele homem é alguma divindade hindu reencarnada no Brasil pra fazer as mulheres felizes na cama. Pelamor, nunca vi nada tão grand…ioso.
– *ar sonhador* É…
– Como é que você sabe?
– Hã, eu? Sei de nada, bobagem sua. Me conta, como foi no sábado?
– *Desconfiada* Huuuum…como eu tava dizendo, botei um vestido preto que fica quatro dedos acima do joelho. Uma coisa eu descobri: se você mostra demais, o homem aprecia, baba, mas se você mostra só um pouco o homem delira. Certo, botei o vestido e fui, toda perfumada e de pulseira, pro lugar combinado.
– E o Jorge?
– Primeiro, começou com um papinho de mandar mensagem pro meu celular dizendo que não tinha certeza se ia poder ir; depois, confirmou que ia, mas ia chegar meio atrasado. Quando enfim ele chegou, quarenta e dois minutos depois de me ligar dizendo que já estava a caminho, foi o golpe de misericórdia. – O que foi?
– Veio trazendo mais duas amigas….
– FILHO DA PUTA!
– Não disse? Além de ter desperdiçado meu último dia útil pra sexo do mês, estou com a perna pipocando de alergia…
– Filho da puta…

****************

O Jorge passou dois meses tentando entender porque aquela menina da perna grossa parou de sair com ele. Ele jura que não fez nada; ela diz pra todo mundo que ele é um panaca que não sabe valorizar uma mulher.

Mas eu sei, eu sei, que a culpa é toda da gilete.

Anúncios

Entry filed under: O que era do Blog Velho.

Menin@-Prodígio Viana Teles Veloso Fuga

1 Comentário Add your own

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds

Aspas da Semana

Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir. Gibran Khalil Gibran

%d blogueiros gostam disto: