Archive for janeiro, 2005

110677935947290727

Dezembro, em Belém

*pelo telefone*

-Oi?
-Bom tarde, Menino-com-cara-de-artista…
-MENINA-PRODÍGIO! E aí, gatinha?Gostando de Belém? Quando a gente pode se ver?

Ugh!Calma, respira fundo…Ele gosta de Chico Buarque, um simples gatinha nao é nada que possa tirar seu bom humor…

-Tudo bem… estou visitando minha madrinha, e depois a gente pode ir conhecer a Universidade?
-Me diz onde tu estás que eu chego em segundos.

**********

Minha madrinha é uma velhinha magrinha, frágil e doente. Os meus primos mais velhos ajudam ela com comida. Assim, tipo um porco, bota a comida ali e pronto. Ela tem o dinheirinho dela (pouco), o que dá pra ela pagar as contas todas e comprar remédio.

Difícil puxar papo.

-Tia, e como a senhora tá?
-Esperando a morte, minha filha…
-Que é isso, tia.
-Porque tu e tua mae moram em Manaus? Deviam morar aqui…Comigo! Eu fico tao sozinha, poxa…
-Ah, Tia…Tem a faculdade…Mamae trabalhando, a senhora acredita que teve um dia que ela passou um fax em branco? (Rindo exageradamente) Foi uma piada, o pessoal do trabalho dela tirou o maior sarro!
-É…
-(suspiro) Tia, a senhora nao tem vontade de ir morar com a gente lá em Manaus?
-Nunca.
-(suspiro)

Toca a campainha dela.

-(suspiro) Quem tá batendo na porta?
-É o…

Menino que me fez sair de Manaus, apesar de eu só tê-lo visto durante três dias?
Menino com quem eu troco e-mails?

-Meu namorado…

Ugh! Mentir pra ela era a última coisa que eu queria…

********************

Na casa dos parentes onde fiquei hospedada…

-Aonde tu queres ir hoje à tarde? A gente quer te levar pra ver a casa das onze janelas…
-Mas é que eu vou sair, tio. Já tinha combinado, sabe…
-Com quem?
-Er…com o Menino-com-cara-de-Artista…
-E de onde tu conhece ele?
-Ele é meu…meu…meu…er… namorado…

*********************

Fazia uma hora que o ano de 2005 tinha começado. Ele foi me pegar na casa dos meus parentes, e depois eu ia pra casa dele (mostrar os Cd´s dos artistas amazonenses, hehehe…).

Abre a porta do Elevador.

-Feliz Ano-Novo!
-Feliz Ano-Novo, gatinha.
– Ai…
-Que foi?
-Não me chama de gatinha não, tá legal?
-Por quê?

Pensamento: Porque é a coisa mais horrível do mundo, e os vendedores de peixe do meu bairro sempre me chamam de gatinha quando eu tô voltando da faculdade.

-Por que é a coisa mais horrorosa do mundo! (Pausa) Os vendedores de peixe do meu bairro me chamam de gatinha quando eu tô voltando da faculdade…
– Tá bom, não chamo mais.
-Ah, e de princesa também não, tudo bem?
-Pô…Tá, tá certo. Feliz Ano Novo!!!!!!
-Feliz Ano Novo…Pronto pra encarar minha adorável família?

*Eu falei o adorável em itálico mesmo*

-Prontíssimo…Qual é a porta?
-Aquela ali… (pausa) Ei…
-Que foi?
-(respirando bem fundo) Quer namorar comigo?
– !
-Pode ser só por enquanto…É que eu não aguento ficar explicando toda a história de “Quem é esse moço?”
-Imagina…”Ah, a gente jogou xadrez juntos em Cuiabá, e depois ele me ligou de um orelhão, e depois a gente se apaixonou, e eu vim pra cá por causa dele…” Coisa difícil de explicar. (Pausa) Que bom que tu veio pra cá! Eu tô tão feliz!(Me abraçando) Feliz Ano Novo!
-Feliz Ano Novo! Mas quer ou não namorar comigo? Assim, eu posso só dizer “Esse moço é meu namorado”… Muito mais prático.
– (Refletindo) Acho que eu topo.

E entramos pra comemorar o Ano Novo.

*******************

Que 2005 seja tão feliz pra você quanto está sendo pra mim.

Anúncios

quarta-feira, 26 / janeiro / 2005 at 6:04 pm Deixe um comentário

110617745015634365

Longe, perto, ao lado, eu só penso estar com você…

Aqui em Manaus estamos no inverno (aka época-em-que-chove-muito-quase-diariamente). Quem é do Sul-Maravilha pode ficar meio chocado com tal incongruência de estações do ano, já que da Bahia pra baixo é verão, calor,sol,praia,férias,crianças passando Coppertone Kids e tal. E do Mato Grosso pra cima é chuva,chuva,chuva, dias nublados…ou seja, quadro típico de INVERNO.

Isso só comprova minha teoria de que não fazemos parte do Brasil: enquanto na Europa cai neve (I am dreaming with a White Christmas), aqui cai neve derretida, ué!

***

No meu trabalho não tem quadros de Tarsila na parede. Ao invés disso, tem um mapa do Pará (juro que não tenho nada a ver com isso, o mapa está lá há mais tempo do que eu). Quando começou a chover, eu estava lendo o blog da Zel e como não tenho visão para janelas, não notei a chuva. Alguns minutos depois, eu escutei barulho de água – bem próximo a mim. Tinha um fio de água escorrendo pela parede, que dava bem no meio do mapa, e se continuasse daquele jeito a Ilha de Marajó ia virar papel machê.

***

Não imagino qual deve ser a idéia que meu chefe formou de mim quando entrou na minha sala, acompanhado por um vereador que usava gravata Paco Rabane (ou Calvin Klein), e me viu descalça e desequilibrada em cima de uma cadeira para computador (daquelas que tem rodinhas), tirando o mapa da parede com todo o amor do mundo.

Sou muito panaca. Ou louca.

****************

Cortei o meu cabelão! Meio quilo a menos de cabelo, e agora ele está acima dos ombros…E eu tô feliz com ele assim!

*********

Eu sou uma fútil idiota, mesmo…Mas gente, eu tô tão feliz, que só posso mesmo ser idiota. Me deixem ser idiota em paz.

*********

Falando de idiotices, eu achei coisas ótima pra se fazer no trabalho:

*Buscas no google (vou ficar tão inteligente, procurando por “literatura russa” e “e-books” e “roteiros de peças de teatro” e “Menino-com-cara-de-artista”…É, eu procurei assim mesmo, do jeito que tá escrito, e bateu direto no meu blog, olha que esplêndido!)


*Downloads de e-books O primeiro foi 1984, de George Orwell. Quando acabar de ler, deleto e leio outro, e outro, e outro…

*Ler blogs maravilhosos Tenho de atualizar minha lista de links…Qualquer dia eu faço isso, ou peço pro meu Mucamo de endereço novo fazer pra mim.

*Ler livros de papel mesmo. Engraçado como minha chefe acha que se eu estou no computador, estou vagabundando; mas se estou lendo um livro, ela nem nota minha existência. E ainda elogia. Se ler blogs é vagabundar e ler livros não é vagabundar, vou criar um paradoxo capaz de destruir o universo quando chegar o meu poderoso Balde de Gelo? Um livro escrito por blogueiros, um blog que virou livro…Minha chefe vai adorar…

*Manter um diário Eu sempre quis ter disciplina pra manter um diário, acho que agora eu consigo! Tempo não falta… E a agenda verde que eu comprei é a coisa mais esplêndida desse mundo.

*Anotar os dias em que eu começo e termino a leitura de um livro. No fim do ano, pretendo ter lido um livro por semana. E-book também conta. Livro de blogueiro conta? Hum…Será que vou ter de contar os posts também?

************

Ah, vocês querem saber se eu trabalho?

Hum…

De vez em quando também faço isso. Mas juro que o trabalho vem em primeiro lugar – o problema é que é muito pouco!

quarta-feira, 19 / janeiro / 2005 at 7:07 pm Deixe um comentário

110524815967468586

Curta e grosssa

Eu fui pra Belém.

Cheguei lá dia 29 e saí nos primeiros minutos do dia 02.

Redescobri a delícia que é abraçar o meu Menino-com-cara-de-Artista.

Passeei por Belém com ele… Conheci a casa onde ele mora. A mãe dele gostou de mim.

Ele escutou minha músicas favoritas. Eu soube da história dele.

E descobri três coisas:

*Amar acontece, não se controla. E pode-se amar durante um mês, e ser um grande e infinito amor. Pode-se amar um dia ou uma vida, e é tudo amor, cara.

*Quando o coração tá cheio de amor,”nós dois” podemos nos tornar “‘ nós um”.

*Nenhum sorvete no mundo é melhor do que o da Cairu. Quem mora em Belém, favor ir mais vezes a este templo mundial do sabor. Por mim, tá?

*************************

Foram quatro dias. Eu constatei que ele é DE VERDADE, não é só um endereço de e-mail. Não é só uma lembrança de Cuiabá.

É um rapaz de verdade. Gente finíssima. Um encanto.

E eu fui invadida por uma tsunami de amor e felicidade.

******************************

Ah, estamos namorando! Aparentemente, ele também gosta de mim…

******************************

Gente, eu ainda vou falar muitas vezes dessa viagem aqui. Mas olha…

Qualquer um, mas qualquer um mesmo, que vier me dizer que isso é só bobagem de adolescente, eu mandarei tomar no cu.Com todo o amor do mundo.

Por que eu estou cheia de amor.

domingo, 9 / janeiro / 2005 at 1:06 am Deixe um comentário


Feeds

Aspas da Semana

Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir. Gibran Khalil Gibran